Com mais de 90% do primeiro lote concluído, a pavimentação da rodovia MS-382 segue em ritmo acelerado. A rodovia vai facilitar o acesso de turistas da fronteira com o Paraguai a Bonito, um dos principais destinos turísticos do Brasil.

São duas frentes de trabalho, sendo que o primeiro lote, com 39,32 quilômetros partindo de Guia Lopes da Laguna sentido Ponta Porã, deverá ser entregue antes do prazo contratual, que é dezembro deste ano.

Já a segunda parte da obra, com 19,5 quilômetros de extensão, teve início em 14 de outubro de 2021 e avança com várias equipes e previsão de término em outubro do próximo ano.

O investimento vai impulsionar ainda mais o turismo de sul-mato-grossenses e de paraguaios à cidade conhecida mundialmente pelas belezas naturais.

Para a secretária-executiva do Convention Bureau e coordenadora do Observatório de Bonito, Janaina Mainchein, os investimentos públicos e privados já têm ajudado a ampliar o número de visitantes, mesmo durante a baixa temporada, superando o período pré-pandemia.

“O turismo vem aumentando por vários motivos: busca de atividades ao ar livre; investimentos públicos do Estado com obras e campanhas para estimular o turismo interno com desconto para quem é de Mato Grosso do Sul durante a baixa temporada; a vinda de mais uma companhia aérea, com voos praticamente todo dia para Bonito; e os investimentos dos empresários em infraestrutura para receber os visitantes”, conta Janaina Mainchein.

O resultado disso é que, mesmo na baixa temporada, Bonito teve o melhor junho da história neste ano, com aumento de 16 pontos percentuais na ocupação hoteleira em relação a 2021 e de 7 pontos percentuais na comparação com o período pré-pandemia (2019).

Só que a cidade tem capacidade de receber ainda mais pessoas. “Recebemos cerca de 240 mil visitantes por ano e a nossa taxa de ocupação hoteleira é de 50%. A maior parte dos turistas desce em Campo Grande e aluga um carro para ir a Bonito. Muitas dessas pessoas não sabem que Bonito tem aeroporto”, acrescenta.

Ainda segundo ela, a maioria dos visitantes vem de São Paulo. Há também um grande número de paranaenses visitando Bonito e está crescendo o número de sul-mato-grossenses indo ao município. Já o percentual de turistas estrangeiros é de 10%.

 

Investimentos estaduais

Desde 2015, o Governo do Estado investe em obras estruturantes em Bonito, como a pavimentação de rodovias e as adequações no aeroporto. A intervenção administrativa do Estado foi fundamental para manter o aeródromo em operação e captar recurso federais para adequações na pista, no terminal e implantação de moderno sistema de segurança à navegação.

A gestão estadual também concluiu a pavimentação da MS-178, que se interliga à BR-267 (Porto Murtinho), além dos investimentos em andamento na MS-382 e o asfaltamento da MS-345 (Estrada do 21), entre Anastácio e o distrito de Águas de Miranda, que promete encurtar distâncias, interiorizar o desenvolvimento e fomentar o turismo local.

COMPARTILHAR