Novo cartão postal da cidade será entregue em 2022 e contará com fonte interativa, quiosques e ampla área verde.

As obras de completa reforma e revitalização da Praça Nestor Pires Barbosa, conhecida popularmente como “Praça Central” avançam em Maracaju e seguem sendo constantemente fiscalizadas pelo Prefeito Marcos Calderan, Vice-Prefeito Mauro Christianini e Secretário de Obras e Urbanismo Joaquim Herrera.

O objetivo é apenas um, entregar a maior e melhor praça do interior do estado e para isso o projeto original passou por diversas modificações e melhorias, incluindo a inédita fonte interativa que nada mais é que a saída de jatos de água do chão, proporcionando uma interação e diversão aquática entre adultos, jovens e crianças.

Fizemos mudanças no projeto, visando justamente proporcionar o que queremos, que é uma Praça Central onde a família possa desfrutar de um bom passeio, tratando-se de um local para todas as idades descansarem e contar com um bom bate papo entre amigos. Maracaju merece esse local totalmente transformado e isso faz parte do objetivo principal de nossa gestão.” Explicou Marcos Calderan, Prefeito de Maracaju.

A obra se aproxima dos 50% concluída, estando exatamente com 44,57% dos serviços executados acumulados, tendo previsão de entrega em 2022, contando ainda com a preservação de boa parte das árvores existentes, bem como um intenso trabalho de paisagismo verde a ser realizado e a disponibilização de quiosques para uma área de alimentação.

Esses quiosques atenderão também uma demanda do Ministério Público, tornando-se em uma possível solução para ambulantes que estão atuando de forma irregular em área pública como calçadas, canteiros e etc., já que o município disponibilizará uma concessão às pessoas interessadas que concorrerão entre si, justamente por ser uma área pública e que foi construída com recursos públicos, proporcionando aos comerciantes e ambulantes que queiram atuar no quiosque a devida participação de forma igualitária.

A obra conta com um aporte financeiro total de 2.6 milhões de reais, contando com recursos federais e do município, através de contrapartida de recursos próprios.

Autor:Tiago S. Rodrigues DRT 1785/MS – Assessor de Comunicação Responsável
COMPARTILHAR