A Confederação Brasileira de Judô Kodokan (CBJK) e a sua Filiada Liga Confederada de Judô do Mato Grosso do Sul (LCJMS), realizaram neste final de semana (13 ) em Campo Grande na chácara Novo Horizonte cerimonial de graduação de faixa, e elevação de graus. Todo o evento foi dentro das normas e recomendações da OMS atendendo protocolo Biossegurança implantada da saúde, devido o momento que o país atravessa pelo Covid 19. Este foi mais um evento de que traz um marco histórico para as duas entidades, a outorga de elevação de grau para faixa vermelha 9º Dan a Noritoshi Sato, ou simplesmente Sato, foi um dos momentos marcantes para o judô do Estado. A CBJK com levantamento feito junto a Kodokan do Japão para registro e documentação de seu histórico, recebeu que Noritoshi Sato teve seu certificado assinado pelo Risei Kano filho e presidente kodokan Japão. A Kodokan agradeceu as instituições pelo reconhecimento do trabalho feito pelo Shihan Noritoshi Sato, Shiran é filiado na LCJMS. Nasceu em Bastos SP iniciou judô na academia kodokan Don PedroII, sendo discípulo mestre Yoshio Kihara 7° Dan da Kodokan Japão, fez parte da Federação Paulista, participou da fundação na década de 1960 juntamente Miguel Suganuma, Mário Katsumi Matsuda entre outros. Sato fez parte seleção brasileira de judô, na época era coordenada pela Federação de Pugilismo, a criação da CBJ aconteceu em 1969, mas só foi reconhecida em 1972. Mestre Sato fez parte da Coordenação Técnica da Seleção Brasileira de Judô, onde participou doSul – Americano. Como competidor, Noritoshi Sato carrega na bagagem: Campeonato Paulista, Carioca e Gaúcho onde foi campeão nos três Estados. Outro fato marcante na carreira do mestre Noritoshi Sato, seu registro de graduação primeiro grau ( shodan) e segundo grau ( nidan ), foi pela Kodokan do Japão, assinado pelo filho do criador do Judô Resei Kano. Além de Sato somente mais sete judocas tem esse reconhecimento fora do Japão. Outro ponto que faz com que mestre Noritoshi Sato, se torne especial, ele e mais um seleto grupo formado pelo kodansha 7° Dan Yoshio Kihara, enviado kodokan Japão estavão Shihan Miguel Suganuma, Shihan José Reis Filho, Sensei AntônioYamaguti, Sensei Hadel Aurani, Sensei Eli Ferreira, Sensei PauloFaria, Sensei Mario Matta

Sugizaki foram os primeiros a fazer exame de graduação no Brasil, com a aplicação das técnicas de Nague no Kata, Katame no Kata e Ju no Kata, examinador KodanshaYoshioKihara 7° Dan Kodokan, veio especialmente para ensinar e aplicar as novas técnicas para ampliar conhecimento judô Jigoro kano.

 

 

Também recebeu sua graduação com mérito Shihan Paulo Mazze, promovido a 7ª Dan (Shishidan), faixa coral. Paulista de Nascimento no ano de 1955, começou a sua prática no judô em 1968, na extinta Associação dos faixas Pretas em Sorocaba sensei Mário Matta Sugizaki e seu filho Matheus Sugizaki 8 Dan sendo primeiro brasileiro campeão universitário 1968 e campeão Pan-americano 1968.

Outro que recebeu graduação foi Shihan Paulo Mazze, Faixa preta pela Federação Paulista. Em sua jornada já dividiu tatame com Shihan Umakakeba, Shihan Aurelio Miguel, Sensei shihan Walter Carmona, Shihan Luís Onmura. Traz na bagagem títulos de campeonato Paulista onde sagrou-se campeão. Hoje ele é filiado a LCJMS, Junto a Associação Flor de Cerejeira, onde presta serviço deforma voluntária com crianças portadoras de autismo.

Aconteceu também no evento a elevação de grau dos Senseis Fabiano Alves Natanael, Romeu Saravi Chita Junior, Diogo José Alves Ramos, Cleber dos Santos Pereira, José Luiz da Silva Moreira. Graduados a faixa preta Osvaldo Luiz Jucá Santos, Julio Cesar Ramos Brandão e Carlos Deodato Salles Filho.

CBJK tem representatividade nos estados do MS LCJMS, MT FJK E LCJMT, RJ LCJK, SP FPJK, MG, SC LCPAJ.

COMPARTILHAR