Uma Toyota Hilux bege ano 2013, uma Ecosport branco 2013, uma caminhonete F350 prata ano 2015 e uma Fiat Toro prata ano 2016, todas roubadas ou furtadas em Brasília (DF), foram apreendidas na madrugada desta sexta-feira (3) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. A gangue interceptada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) seguia para o Paraguai e todos os veículos usavam documentos e placas falsos.

Foram presos Sinval Ferreira Gusmão (36), Sérgio Humberto dos Santos (38), Bruno de Souza Ribeiro (29) e Matheus Lucas Duarte Rodrigues (22), todos moradores de Brasília. Eles viajavam juntos e de acordo com policiais, trabalhavam para a mesma quadrilha, especializada em levar carros roubados para o país vizinho.

Segundo a PRF, o primeiro veículo abordado foi a Hilux, que usava placa aparentes de Marmeleiro (PR) e estava sendo conduzida por Sinval Ferreira. Ele apresentou carteira de identidade falsa e informou os policiais que não possuía o documento do veículo.

O segundo veículo, a Fiat Toro com placa aparente de Campo Grande, era conduzida por Matheus, que alegou não ter o documento da picape. O terceiro veículo interceptado foi a Ford F350 com placa aparente de Campo Grande, conduzida por Bruno Ribeiro, que também alegou não ter o documento da caminhonete.

O quarto carro abordado foi a Ecosport com placa de Goiânia (GO), conduzida por Sérgio Humberto, o único motorista que apresentou o documento do veículo, mas com indícios de falsidade.

Segundo a polícia o todos apresentavam-se bastante nervosos, foi quando os policiais verificaram os sinais identificadores dos veículos e perceberam adulterações em todos eles. A Hilux tinha sido roubada no dia 6 de abril deste ano. A Toro foi roubada no dia 27 de outubro, a F350 tinha ocorrência registrada no dia 23 de agosto e a Ecosport tinha sido furtada no dia 9 do mês passado.

Segundo a PRF, os motoristas deram a mesma versão. Disseram que vinham juntos de Brasília e o condutor de um Fiat Palio seguia na frente, sempre avisando quando poderiam passar nos postos policiais. Declararam ainda que levariam os quatro veículos para o Paraguai e lá receberiam pelo transporte. Eles foram encaminhados com para a Delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã. (Com assessoria).

Fonte: MS Noticias/Por: Tero Queiroz

COMPARTILHAR