Moeda foi cotada a US$ 1,10; no entanto, mais tarde, registrou leve alta.
Ações gregas também caíram diante de vitória de partido antiausteridade.
As ações gregas caíam nesta segunda-feira (26), após o partido antiausteridade Syriza ter garantido a vitória na eleição de domingo no país, mas isso não impediu que o principal índice europeu desse continuidade à alta provocada pelo plano de compra de títulos do Banco Central Europeu.
O euro, que já vinha caindo em relação ao dólar, chegou a cair a US$ 1,1088, o nível mais baixo em mais de 11 anos. No entanto, mais tarde, subiu um pouco, atingindo US$ 1,125.
Às 8h02, o índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subia 0,25%, a 1.483 pontos.
O índice de Atenas ATG recuava 0,91%, pressionado por ações de bancos como o Piraeus Bank e o Alpha Bank, com investidores adotando a cautela conforme o novo líder de esquerda da Grécia, Alexis Tsipras, dá início a medidas para formar o governo.
“Investidores parecem estar dispostos a realizar lucros após o impressionante rali de sexta-feira em antecipação à formação de um novo governo e sua retórica contra os credores internacionais da Grécia”, disse o analista do Eurobank Equities Nikos Koskoletos.
Entretanto, as perdas não eram suficientes para apagar os ganhos da semana passada devido às novas medidas de estímulo do BCE para reanimar a economia da zona do euro.
Em Londres, o índice Financial Times recuava 0,21%, a 6.818 pontos.
Em Frankfurt, o índice DAX subia 0,65%, a 10.719 pontos.
Em Paris, o índice CAC-40 ganhava 0,25%, a 4.652 pontos.
Em Milão, o índice Ftse/Mib tinha desvalorização de 0,06%, a 20.507 pontos.
Em Madri, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,16%, a 10.598 pontos.
Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizava-se 0,05%, a 5.297 pontos.

Fonte: G1

COMPARTILHAR