Com 45 casos suspeito de dengue Maracaju entra em alerta

Nos dois primeiros meses de 2020, Maracaju já registrou 45 notificações suspeita de dengue, um aumento da incidência o setor de epidemiologia em alerta, ou seja, esses números classificam o município como alerta médio.

Mesmo diante do trabalho de orientação e conscientização feito mensalmente pelos agentes de campo, levando informações e mostrando a forma de como combater o mosquito, a importância da limpeza nos quintais com a retirada de todo o objeto que acumule água, o número só aumenta. O LIRA, leitura Rápida do Aedes, mosquito transmissor da dengue, apontou que em 85% das casa com moradores apareceu a larva do mosquito.

Outro levantamento feito, é, com relação aos bairros com maior incidência da larva do mosquito, apareceram com grande incidência a Vila Juquita, Cambarai, Bairro Paraguai, Moreninha e Distrito de Vista Alegre.

Para tentar diminuir esse índice a Secretaria de Saúde com os Departamento Epidemiológico e Departamento de Endemias ,Vigilância Sanitária e Secretaria de obras realizarão a partir da próxima terça feria (11), uma ação conjunta nesses bairros.

A ação vai contar com agentes de endemias e agentes de saúde que estarão visitando casa por casa, orientando e retirando todo o material que possa acumular água, somente esses objetos, os agentes não faram limpeza de quintais como retirada de entulhos ou móveis velhos.

A secretaria de saúde reforça o apelo à comunidade em auxiliar os agentes e manter limpo seus quintais para que não ocorra uma epidemia da doença e informa que os agentes estarão devidamente uniformizados e com crachás de identificação. A ação começa pelo bairro juquita.

COMPARTILHAR