Campo Grande registrou em setembro uma inflação de 0,33%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (6). O percentual é o segundo maior entre as 13 capitais pesquisadas pela entidade, ficando atrás somente de Vitória (ES), que contabilizou 0,54% e se igualando ao de Belém (PA).

O índice registrado em Campo Grande ainda ficou acima da média nacional, que foi de 0,16%. No acumulado de nove meses de 2017, o percentual da capital sul-mato-grossense atingiu 1,13% e nos últimos 12 meses, 2,81%.

O IBGE aponta que dos nove grupos de produtos pesquisados pelo IBGE, o que teve alta mais expressiva na cidade em setembro foi o de transportes, com 1,55%.

O instituto ressalta que o grupo sofreu o impacto do aumento no preço da gasolina, que ficou em média, 2,13% maior na cidade de agosto para setembro, e ainda das passagens aéreas, que apresentaram alta de 23,73%.

Dos outros grupos de produtos, seis também registraram aumentos em setembro: “Artigos de Residência”, com 1,21%; “Comunicação”, 0,65%; “Despesas Pessoais”, com 0,62%; “Saúde e Cuidados Pessoais”, com 0,17%; “Alimentação e Bebidas”, 0,05% e “Vestuário”, 0,04%.

Apenas os segmentos de “Habitação”, com -0,91% e “Educação”, com -0,12%, contabilizaram reduções.

Fonte: Por Anderson Viegas, G1 MS

COMPARTILHAR